TecnoKratia 01

File 000001 Grahan Hesios
Ultima modificação: 15 de Abril de 2185(100 PosChaos)

Caríssimos,
Venho por meio desta situar-nos no tempo, uma vez que se fazem nescessárias algumas colocações para que possamos entender os motivos de nossa civilização ter alcançado o ápice do qual gozamos hoje.

Os fatos relatados a seguir se baseam em textos digigrafados na época e constam em enciclopédias digitais na atual Ecorede porém eu e minha equipe de Tecnólogos recolhemos estas informações e reunimos de forma coerente e cronológica e tomamos, como o povo atual, a liberdade de ligá-los aos mitos da antiga humanidade a muito distante de nós, pois podemos ser diferentes enquanto seres humanos, mas nossas histórias continuam as mesmas como poderemos comprovar a seguir.

Deixe-me então, recuar no tempo, mais ou menos 105 anos na época PreChaos onde gozávamos de uma condição parecida, porém o planeta em que vivemos, na ocasião chamada de Terra, oferecia muito mais recursos do que dispomos hoje.

Podemos considerá-la sob o termo antigo de Paraíso, onde as máquinas ainda iniciavam a sua caminhada conosco.

Como nossos filhos, elas nos obedeciam e como Cães fiéis nos protegiam e auxiliavam.

Mais ou menos em 2080 do calendário antigo(-05 PoC) estes acontecimentos se sucederam...
Os arqueólogos daquela época encontraram uma gigantesca estátua feminina de mais de 20 metros, submersa nos arredores da Grécia.
Tal estátua fora sensação durante os meses seguintes, mas tudo voltou ao normal.
No fundo do oceano Índico, foi encontrada uma nova estátua masculina de porte semelhante à primeira.
Ao contrário da primeira estátua, que estava em perfeitas condições, a segunda tinha uma de suas mãos quebrada, revelando um aspecto metálico sobre a pedra bem trabalhada.
Análises confirmaram que algo metálico residia dentro da estátua, mas só isso... Nenhum dos aparelhos da época conseguiu analisar mais a fundo o objeto o qual a estátua ocultava.
Nas poucas tentativas bem sucedidas mostravam que em seu interior, havia uma máquina humanóide, com mais de vinte metros de altura.
Totalmente selada, essa máquina foi levada para análises sob o codinome de "Uranos".
Nenhum instrumento, método, aparelho ou tentativa de abrir, danificar ou sequer arranhar a máquina teve sucesso.
Armas capazes de perfurar muros de concreto sem perder sua potência não adiantavam nada contra a sólida camada de proteção da máquina.
Entretanto, ela continuava tão misteriosa como surgiu: selada de dentro para fora, impenetrável, e desde que fora descoberta permanecia parada, imóvel, estática.
Baseada na dedução dos pesquisadores, a primeira estátua foi analisada, também revelando uma máquina de porte semelhante, sob o codinome "Gaia".
Uranos e Gaia começaram a ser analisadas comparativamente. Mas durante o transporte, ambas foram ativadas um em resposta ao outro. Perfurando a parede reforçada do laboratorio, a máquina Gaia é libertada no mundo. No outro lado, o robô Uranos também foge da área de pesquisas.
O rastreamento das unidades de defesa planetária da época mostrava o rumo das duas...estavam em convergência...

"Como amantes de uma outra raça...
Fora nossa mesma ou de outro mundo,
Urano e Gaia Novamente corriam
Corriam para misterioso encontro,
Como amantes, não os preocupava obstáculos,
Como amantes, não se ocupavam em mundos alheios
Somente seu mundo, duas impares estátuas
e o mundo acompanhava seu encontro"

(Poema anônimo sobre o encontro de Uranos e Gaia -05 PoC)

...

Carregando File 0000002....

Mitologia Grega:
Os antigos Gregos procurava explicação em tudo na natureza.
Para entendermos os nomes dos Robôs da Fanfics veja o diagrama abaixo:

Ambos eram conhecidos como deuses primordiais junto a outros que eu irei explicando no decorrer da Fanfic.
Uranos

Gaia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Monstros e Criaturas Mitológicas 01

Índice de Fanfics do blog para leitura Rápida

Monstros e Criaturas Mitológicas 2