Steel - Zoban\Wolts Capitulo #01 - Decisões



#01 - Decisões
Dois homens se digladiam sobre a ponte de comando de uma nave espacial.
Um veste uma armadura metálica Azul com um cachecol brilhante da mesma cor. Este empunha duas pistolas espaciais e atira a vontade, mas sua perícia é tão grande que poucos tiros erram seus alvos.
O outro usa uma armadura metálica mais minimalista de cor negra com detalhes vermelhos. A aparência da armadura é mais repulsiva, com vários espinhos negros seguindo a coerência anatômica da veste emoldurados por um leve cachecol vermelho pendulando no pescoço.
Ele se limita a esquivar dos tiros, mas sua proteção está em baixa. Ele apela pra provocações que, de uma forma ou de outra desestabilizam o guerreiro azulado.
- Por que você faz isso comigo WOLTS?, não vê que somos iguais... a mesma matéria, a mesma origem... você só precisa me aceitar, como teu dono...Aceite!!
A velocidade do ser de negro é letal e vale desde esquivas até golpes mortais contra o paladino de azul.
Como último e desesperado recurso o jovem atirador aciona uma alavanca que abre uma das janelas-abobadas da ponte de comando e, impossibilitado de se esquivar tamanha sua surpresa, o espectro negro é sugado pelo vácuo congelante do espaço. O mesmo só não acontece ao pistoleiro por que ele se manteve agarrado ao assoalho da nave por botas magnéticas. Ao seu comando as abobadas se fecharam e ele desaba de cansaço no chão frio da nave.
- Status da Armadura: 80% de danos externos, 50% de danos internos. Perigo de morte ao usuário: 40%. Procedimentos médicos imediatos, iniciando...Administrando sedativos...
....
Ele acorda, num dos alojamentos da nave, e internamente, roga para que tenha sido um pesadelo.
__________________________________________//______________________________
Sob os telhados de um edifício, a noite, um homem de pele morena e cabelos negros e curtos encara uma criatura, um cachecol amarelo metálico trepida ao vento. A criatura provoca o homem, ameaçando-o com sua garra esquerda, enquanto fala.
                - Vejamos... Zoban, não é?
                O homem mexe nos cabelos, e sorri.
                - É Jarin Zoban, então você sabe muito bem por que estou aqui.
                A criatura apenas suspira. O homem continua, agora com um sorriso irônico no seu rosto, para desgosto do monstro.
                - Bom, acho que agora é a parte em que você me ataca e perde todos os seus direitos de defesa certo?
                O monstro parte para cima do homem, com suas garras, enquanto ele esquiva e para em cima de uma das beiradas do edifício.
                - Ok, a lista de violações de leis intergalácticas só cresce...
                O monstro ataca, destruindo a parte da beirada aonde o homem estava, mas ele pulou antes; no ar, ele ainda provoca.
                - E com essa são mais duas!
                Ele pousa gentilmente no chão, esticando seus punhos e fazendo uma espécie de coreografia.
                - Ok, você pediu por isso! ZOBAN!
                O cachecol amarelo brilha e materializa algo sobre o uniforme padrão da Federação Cósmica usado pelo guerreiro. Ele continua brilhando, e agora está protegido com uma armadura metálica negra. Zoban tem um capacete detalhadíssimo, praticamente todo o corpo é revestido de uma armadura negra com detalhes em vermelho e amarelo, exceto na parte inferior e abdominal onde a armadura ganha uma espécie de metal maleável prateado com detalhes em negro. O monstro pula novamente na direção dele com suas garras, mas desta vez ele defende e contra-ataca com um chute bem colocado no estômago da criatura.
                - Ack! Forte... demais. As histórias são verdadeiras, humano. Você merece sua reputação.
                - Não sei que tipo de histórias vocês monstros dividem entre si... Aliás, eu nem quero saber QUE tipo de coisas vocês monstros dividem entre si... Apenas quero fazer meu trabalho, ok? Você mesmo reconheceu que sou forte, não é agora em que você deveria desistir e se render?
                - Nunca! Meu "orgulho de monstro" não me permite!
                - Orgulho? Caraca, se eu ganhasse 1 zenny galático para cada vez que ouço isso... De que adianta você tentar me derrotar se NÃO VAI conseguir, cacete? Admita sua derrota!
                O bruta montes ataca mais uma vez, sendo repelido agora por um soco de Jarin.
                - Qualé, eu NÃO quero lutar!
                - Venha, humano!
                - <suspiro>...aiai, eu mereço.
                Ele se esforça ao máximo, fazendo mais dois pares de garras saírem de cada uma de suas mãos, enquanto ele ataca novamente. Jari se esquiva, pulando por cima dele e atingindo suas costas com um chute giratório.
                - Tá bom, acabou a brincadeira.
                - Você só vai me levar se me matar, humano!
                - Eu sabia que você ia dizer uma coisa dessas... Tava demorando.
                Jarin estica sua mão direita, e grita.
                - Emerald Sword!
                Uma espada de feita de cristal verde se materializa na mão de Jarin.
                - Não adianta tentar convencer você, então, o final é agora!
                O Monstro ataca com suas garras, ao mesmo tempo em que Jarin ataca com sua espada. Jarin grita, ativando um ataque poderoso, fazendo sua espada brilhar.
                - Emerald Blade!
                - Hyaaaaaww!
                O gigante ainda consegue perfurar o ombro esquerdo de Jarin, mas a espada de energia dele atingiu-lhe o abdomem, fazendo-o explodir.
A poeira abaixa, e o metalmen se ajoelha perto da cratera da explosão.
                - Hm. Como pensei...
                No centro da cratera, um objeto metálico, na forma de um disco está destruído, com seus fios e chips saindo pela abertura apita seguido de uma luzinha vermelha piscando. Ele pega o objeto.
                - Wolts.
Ali próximo acaba de chegar uma gigantesca nave, escrita “ZAKION” na lateral. Ele salta e a nave o “engole”. Ela alça vôo em seguida até sumir no escuro do espaço sideral..
                - Permissão concedida, Zoban. Iniciando motores... ele responde, após mexer em alguns comandos.
                - Motores iniciados, Zakion. Potência máxima. – a nave responde
                - Ok, portas seladas e ambiente pressurizado. Levantar escudos, Tarian! - Uma garota de cabelos verdes da mesma raça de Zoban responde sentada num posto da ponte de comando.
                - Escudos levantados, sistema de gravidade ok. Pronto para partida – A nave termina o procedimento.
                Em um outro compartimento, Zoban analisa o objeto. Pelo menos uns trinta daqueles discos de metal, com tamanhos diferentes, variando desde o tamanho de uma unha, até um parecido com um cartão, estão dentro de uma caixa sobre uma mesa de metal.
                - Tarian, achei mais um contrabandista de S-changer. Esse aqui é bem esquisito! – Ele inicia um diálogo com a garota.
- Será que este também tem a assinatura do Wolts? – ela chega ao lado dele e pega o objeto levando-o para uma máquina parecida com um scanner – vamos ver... – o Scan termina e confirma a suspeita dos dois.
- É inevitável, continuar só colhendo provas é inútil! Temos de achar esse criminoso antes que alguém morra! – exclama Zoban indignado
- O problema chefinho é que estamos apenas investigando. Apesar dos indícios a Federação Cosmica dos Planetas Livres não nos autorizou a efetuar a prisão dele. Mesmo por que vamos precisar caçá-lo por esse sistema inteiro, já que o cara é liso como Strauss(*) – responde Tarian com cara de entediada.
 - Mensagem no transmissor... recebe a chamada? – pergunta o computador da nave
- Sim, pode receber! – ordena Zoban dirigindo-se para a ponte de comando. No monitor central da ponte um oficial com o uniforme todo sujo e com o cabelo embraraçado e rosto sujo fala com dificuldades...no fundo fios e painéis explodindo e saindo faíscas.
- Oficiais de todo o sistema de Daiga... retornem à Odyllih(**) para defender a cidadela! Retornem a Odyllih para defender a cidadela. Fomos atacados por piratas...
- Como pode?... Droga! Vamos traçar curso para Odyllih!
Uma nova tela abre depois do fim da transmissão de Odyllih. Ela mostra o Sistema Daiga e uma seta mostrando o planeta paradeiro de Wolts.
- Localização do criminoso Wolts rastreado! O que deseja fazer com esta localização?
– Arquivar – Salvar – Deletar?
Continua!

Dicionário de referência
(*)Strauss – espécie de lesma do planeta Sinder.


(**)Odyllih – também chamada “a cidadela”, é o planeta onde fica a sede da Federação Cósmica dos Planetas livres. Ele fica no sistema Daiga e é um planeta de ciências avançadas onde se formam a força policial galáctica chamados Metalmen onde Zoban é um detetive nível 3.

Comentários

Lanthys disse…
Muito bem, muito bem, muito bem. O que temos aqui senhor MegaSilver? Veja, dois metal heroes se digladiam, um deles sarcástico e debochado enquanto o outro tenta conseguir sobreviver e sem outra opção larga o inimigo no vácuo... Qualquer um teria morrido, mas o cara, continua deixando traços de seus atos pelo cosmo... E ainda assim ele não pode ser preso? Isso me despertou a curiosidade, considera a polícia que não existe provas de ser mesmo aquele que acreditam que morreu? E agora, quem ataca o planeta sede da Federação sendo que supostamente o cara tá morto? Muito bom este primeiro episódio, narrativa simples, sem confusões, agradável de ler e com uma trama bem bacana. Curti a personalidade do Zoban também, excelente trabalho cara, parabéns!
Rodrigo Pereira disse…
Fala grande Felipe. Dois acontecimentos inciam a saga. Uma luta entre dois metais dentro de uma nave e um deles é arremessado ao vácuo do espaço, enquanto isso, em outro local, nosso herói Zoban também aparece ja fazendo seu trabalho de prender(eliminar) monstros. E pelo que pude entender, sua missão é, com a ajuda de sua parceira, capturar Wolts. O que me faz perguntar. O ataque a cidadela terá alguma coisa a ver com esse personagem. Quem é Wolts na realidade? Bom, tenho essas e muitas outras perguntas, porem pe o primeiro episodio, e muita coisa ainda pode rolar, Muitas coisas ainda serão explicadas, mas para esse primeiro episodio, ja deu pra sentir bem o personagem central Zoban e ja gostei dele. Quero realmente ver onde essa nova saga nos leva.
Renato Marques disse…
Gostei da trama, muito ainda reseva essa saga hein, gostei do primeiro episódio.
Felipe Maretta disse…
Obrigado pela leitura Rodrigão! Realmente são muitos mistérios mas prometo que serão boas surpresas! Aguardem!
Felipe Maretta disse…
Valeu Renato! Como vc curte Metal heroes fico feliz que tenha gostado!
Felipe Maretta disse…
Muito obrigado mestre! Vou continuar com muito mistério e respondendo a cada um aos poucos
Felipe Maretta disse…
Muito obrigado mestre! Vou continuar com muito mistério e respondendo a cada um aos poucos

Postagens mais visitadas deste blog

Monstros e Criaturas Mitológicas 01

Índice de Fanfics do blog para leitura Rápida